Pen Cruz



“Jesus salva - até 2GB, com porta USB”

Apesar do trocadilho desrespeitoso, não podemos negar que a ideia de acoplar um pen drive a um cruz peitoral, comumente usada por fiéis de maioria cat
ólica, foi uma ótima ideia.

A cruz, que não apresenta a figura do crucificado, nem como imagem ou ícone, é bem aceita, por exemplo, por grupos cristãos não católicos, pois os mesmos alegam que, apesar de a cruz ser um símbolo de sua crença, ele não crêem num “Deus morto”.
No catolicismo a simbologia é diferente. Para as ovelhas do papa de Roma, a Cruz é o triunfo de Cristo sobre a morte e a figura do crucificado nos faz lembrar de seu Sacrifício pela humanidade. 

Os católicos rejeitam a idéia de que a imagem de Cristo crucificado seja de alguma forma uma referencia a crença num “Deus morto”, pois a Igreja é fruto justamente da ressurreição de Cristo no terceito dia, de Seu triunfo sobre o pecado e da missão dada aos apóstolos pelo próprio Cristo, ressucitado e vitorioso sobre o mal. “A figura de Cristo ressucitado nos lembra o quanto Deus nos amou, mas somos todos conscientes de que Nosso Senhor recussitou e está vivo a direita do Pai”, afirma a irmã Adélia Monteiro, superiora da Ordem das Filhas de Jesus Crucificado.

Nenhum comentário: